Blog Saúde Bucal

Conheça 8 causas do ressecamento labial

O ressecamento labial, comum em diversas pessoas, é uma sensação incômoda. Ele pode aparecer por diferentes motivos – devido a mudanças climáticas, por exemplo – ou se manifestar como reação a componentes de maquiagem. Quando não tratado, consegue causar pequenas feridas nos lábios, aumentando o desconforto ao gerar dor.

Neste conteúdo, vamos explicar um pouco mais sobre o ressecamento labial e as razões dessa condição, além de dar algumas dicas para tratar o problema. Fique com a gente e entenda melhor!

O que é o ressecamento labial?

Quando a região labial fica muito seca, ou seja, pouco úmida, sem hidratação, isso gera o ressecamento, com desconforto para a pessoa. Normalmente, o indivíduo com esse problema precisa passar a língua frequentemente nos lábios para umedecê-los. Pode ser mais comum em algumas pessoas, mas, em geral, acontece com todo mundo. Logo, não há um perfil de predisposição.

A condição não costuma ser grave nem necessita de tratamento especializado. Os transtornos mais sérios que podem surgir são descamações, feridas e rachaduras na área, que podem ser tratadas com pomadas para cicatrização, mas que costumam desaparecer gradualmente, se a pessoa não causar danos mais graves.

Contudo, se você considerar a situação muito desagradável e incômoda, não tenha vergonha de consultar um médico. Geralmente, o especialista responsável por esse problema é o dermatologista.

Por que os lábios ressecam?

Toda a nossa derme possui glândulas sebáceas, que são responsáveis pela lubrificação e umidificação da pele. Porém, os lábios são uma área que tem menos glândulas desse tipo, o que, consequentemente, deixa o local menos lubrificado.

Além dessa condição natural, a exposição ao ambiente é outra razão determinante. Nós não cobrimos o rosto como fazemos com o restante do corpo, e os lábios ficam desprotegidos. Por terem uma membrana de pele mais fina, eles são mais vulneráveis a fatores químicos e ambientais.

A seguir, apontamos causas específicas para o ressecamento labial. 

1. Desidratação

Beba água. A recomendação parece óbvia, mas é fato que muitas pessoas não ingerem a quantidade de água recomendada diariamente, o que gera efeitos negativos ao organismo. Uma das consequências é a desidratação dos lábios, que vai gerar o ressecamento deles. 

2. Respiração

Respirar muito pela boca desidrata os lábios, pois o ar que passa por eles vai tirar sua umidade, ressecando-os. Diversas pessoas, por dormirem de boca aberta, acordam com lábios ressecados. O ideal é sempre respirar pelo nariz.

3. Queimadura solar

A luz solar intensa sobre a pele fina dos lábios é capaz de prejudicá-los. Logo, os lábios ficam mais vulneráveis sob o sol, que os deixa ressecados facilmente.

4. Clima seco

A falta de umidade no ar é nociva aos lábios. Com o clima mais seco, a pele da região, por ser mais fina, pode até descamar. Nas épocas mais áridas, é comum surgirem feridas na boca

5. Tempo frio

O frio tem efeito similar ao clima seco, mas, além da umidade mais baixa, há os ventos rápidos, constantes e frios, que intensificam o ressecamento labial. A queda repentina de temperatura costuma ser uma causa comum para a desidratação dos lábios. 

6. Reação alérgica

Cremes dentais, batons e produtos para dar brilho aos lábios não contêm substâncias hidratantes. Pelo contrário, tais produtos podem provocar o ressecamento da pele labial e, em algumas pessoas, até reações alérgicas. Os batons e brilhos para lábios apresentam pigmentos, então têm mais chances de gerar efeitos desse tipo.

7. Sintoma

Às vezes, o ressecamento labial pode ser sintoma de alguma doença. A diabetes, por exemplo, gera muito açúcar na corrente sanguínea, que desequilibra o pH da boca e diminui a umidade nos lábios.

Além disso, o ressecamento labial pode ser sinal de anemia ou da falta de certos nutrientes, como niacina e zinco. Nesse caso, é recomendado que a pessoa mude sua dieta e inclua no cardápio certos alimentos, como:

  • amendoim;
  • carne vermelha;
  • cogumelos;
  • feijão;
  • fígado
  • grão-de-bico;
  • peixe;
  • sementes de abóbora.

Procure um médico para cuidar da sua saúde e verificar eventuais deficiências nutricionais. O especialista é o melhor caminho para o tratamento de doenças.

8. Efeito colateral de medicamentos e tratamentos

Remédios para acne com a substância isotretinoína têm como reação adversa o ressecamento dos lábios. Alguns outros fármacos também podem apresentar esse efeito colateral. Na bula dos remédios, é possível consultar os seus efeitos.

O tratamento de algumas doenças também é capaz de causar o ressecamento labial, como é o caso da radio e da quimioterapia. Nesse caso, mesmo que as intervenções médicas causem esse incômodo, deve-se seguir à risca as sessões.

Como tratar o ressecamento labial?

Como dissemos anteriormente, o ressecamento labial costuma desaparecer de forma gradual, mas é possível acelerar essa recuperação. Há diferentes formas de tratar esse problema. Confira!

Hidrate-se

Se o problema é ressecamento, é preciso beber água constantemente. Além de a água ser fundamental ao organismo como um todo, o simples contato do líquido com os lábios ajuda na hidratação deles.

Aplique hidratantes labiais

Batons hidratantes e ricos em vitaminas e minerais são importantes para recuperar totalmente os lábios comprometidos pelo ressecamento. Eles contêm nutrientes como vitamina E e podem ser compostos de manteiga de karité ou óleo de amêndoa ou de coco.

Também é indispensável usar batons com proteção solar (FPS) para proteger os lábios dos raios ultravioletas.

Evite alguns hábitos

Ao sentir os lábios secos, é natural ter o impulso de passar a língua neles. Entretanto, esse hábito não é benéfico, porque o pH ácido da saliva é prejudicial à pele fina dos lábios. Isso acaba tirando a proteção dérmica da região, agredindo ainda mais.

Morder os lábios para arrancar os pedaços de pele que descascam também não é uma prática sadia. Além de machucar a região, podendo causar feridas ou agravar as já existentes, isso ainda atrapalha a recuperação do ressecamento.

Por fim, batons e demais produtos labiais com acabamento matte não são recomendados, pois ressecam os lábios.

Como vimos, o ressecamento labial acontece por diferentes razões e é uma condição muito comum. No entanto, se você se sentir desconfortável com ele ou achar que pode ser sinal de algum problema mais sério, não hesite em ir a um médico; sua saúde é sempre prioridade.

Compartilhe este texto nas redes sociais e não deixe seus amigos “na seca” por informação!

Pesquisar

Categorias

E-Books

Redes sociais

Publicações Relacionadas

Saúde Bucal

Afinal, o que é sialorreia? Entenda aqui

Algumas doenças podem se manifestar na boca, mas ter uma origem mais profunda — no sistema nervoso, por exemplo. Por isso, é importante cuidar da saúde de todas as maneiras possíveis: com uma alimentação saudável, atividades
Saúde Bucal

Aparelho transparente? Confira essa tendência!

Um sorriso alinhado e harmônico pode fazer toda a diferença na vida de uma pessoa. Promove, inclusive, a melhora considerável da autoestima, uma vez que pode influenciar bastante na apresentação pessoal e até mesmo na
Saúde Bucal

Afinal, quais são os tipos de dente? Conheça aqui!

Um adulto saudável tem 32 dentes na boca. Nessa quantidade, como você pode perceber ao passar a língua por eles, há a presença de diferentes tipos de dente. Tal diversidade dentária acontece pois são necessárias

Encontre a Sorridents mais perto de você!

Finalize seu Agendamento

Pesquise a unidade desejada abaixo. Depois, selecione a clínica escolhida para conferir as datas disponíveis para agendamento.

Carregando Unidades...
Nenhum horário disponível para a data selecionada